Exercícios de Pilates e a performance dos atletas

Você sabia que o Pilates pode ajudar a melhorar a preparação para práticas esportivas? O método promove a evolução do desempenho, tanto de atletas profissionais quanto os de fim de semana. E como isso acontece? Na verdade, é bem simples: o Pilates corrige posturas erradas, aumenta o ganho de flexibilidade, o fortalecimento muscular, além da conscientização do core – o centro de força que mantém o nosso corpo.

Pilates e o ciclismo 

ciclismo_e_pilates

É muito comum entre ciclistas os relatos de desconfortos como lombalgias e dores nos joelhos (disfunções fêmuro-patelares) ou reclamações de cansaço excessivo nos braços ou mesmo dormência nas mãos após treinos mais longos ou com longas subidas.

O ciclismo profissional é um exercício repetitivo. O atleta executa o movimento dos pedais, tendo os pés e a pelve fixa, o que exige uma coordenação motora e uma execução de movimentos muito precisas. A falta de estabilidade coloca a coluna lombar e os membros inferiores, principalmente a região dos joelhos, em risco de lesão.

Sendo assim, tanto em questão de manutenção de performance, como para diminuir os riscos de lesões decorrentes do esforço no ciclismo, é imprescindível buscarmos um fortalecimento inteligente e equilibrado de vários músculos.

Quando estamos pedalando, temos o apoio das mãos, dos glúteos e dos pés em contato com a bike. Porém, todos estes são pontos de aplicação de força e estas forças precisam atuar de forma coordenada e sincronizada durante o exercício.

Os exercícios de Pilates trazem ao ciclista um benefício muito grande, eliminando aquelas terríveis dores lombares após longos treinos ou longas subidas, facilitando a transferência de força dos braços às pernas na hora de uma arrancada e num sprint, melhorando o posicionamento dos joelhos eliminando desta forma uma série e problemas nos mesmos, como dores patelares e tendinites.

Um corpo fortalecido pela prática de Pilates trabalhará como um conjunto perfeito, onde cada músculo efetuará seu trabalho, seja ele de movimento ou sustentação, sem causar desequilíbrios que possam comprometer alguma estrutura corporal.

Experimente o Pilates pelo menos duas vezes por semana e permita-se ser surpreendido pelos resultados. Mas lembre-se, procure a orientação de um profissional de Educação física ou Fisioterapia com boa formação em Pilates. Aqui, no Omega4, o Prof. Fisioterapeuta Marcus Parise e a Profª Educadora Física Mariana Ortiz são especialistas nesse assunto.

Endereço
Rua Osório Duque Estrada, 35 Paraiso - São Paulo
11 2386-9717 | 11 3052-4192 11 98508-2713
contato@omega4.com.br