Terapia das Pedras Quentes

VOCÊ CONHECE A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES?

A terapia das pedras quentes, procurada principalmente pelo relaxamento profundo do paciente, é basicamente uma integração entre massoterapia e a termoterapia (aplicação de temperaturas altas e baixas para estímulos com finalidade de mudar as respostas fisiológicas do organismo), utilizando pedras. Mas não se tratam de qualquer tipo de pedras, mas sim de pedras vulcânicas e plutônicas, e tem sua composição em elementos metálicos como o magnésio e próprio silicato de ferro, que, por serem metálicos, são fáceis condutores de temperatura.

A terapia das pedras quentes envolve técnicas de massagem mais avançadas, com pedras vulcânicas ou plutônicas em temperatura alta. A aplicação da pedra de tamanho e formato adequados, unida com a pressão, manipulação e técnica correta de um bom massoterapeuta proporciona os efeitos benéficos dessa massagem, desencadeando sua ação plenamente terapêutica.  

A massagem com pedras quentes é uma técnica que envolve todos os cinco sentidos, desde o tato até o olfato, haja visto que ela é aplicada com um óleo aromatizado e aquecido, e que normalmente possui aroma de lavanda, gerânio ou um blend de óleos, causando a sensação de alívio e bem estar gerada por um ambiente com características confortáveis. A pedra é aquecida, a massagem é feita manualmente e todo o conjunto de pedras e massagem induzem o paciente a uma entrega mais rápida ao procedimento, o que gera um relaxamento mais profundo e maior qualidade na terapia.

SOBRE A TERMOTERAPIA NAS PEDRAS QUENTES.

As diferentes temperaturas das pedras quentes produzem reações fisiológicas extremamente benéficas, principalmente sobre o sistema circulatório, já que a circulação é estimulada mais rapidamente com estímulos opostos.

O calor, o contato e a pressão das pedras quentes na pele superficial do corpo desencadeiam respostas físicas imediatas ao relaxamento muscular, o que facilita o acesso nos músculos ao massoterapeuta, e o que também gera, consequentemente, um melhor resultado de relaxamento ao paciente desta terapia.

BENEFÍCIOS DA TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES.

Essa terapia possui diversos benefícios, sendo eles:

  • Procedimento anti-inflamatório.
  • Aumento na vasodilatação.
  • Sensação de bem-estar profunda.
  • Resultado benéfico sobre o sistema circulatório.
  • Alívio de dores menstruais.
  • Melhora em problemas nas vias respiratórias.
  • Ajuda no tratamento da depressão e da ansiedade.
  • Tranquiliza o sistema nervoso autônomo.

Abaixo, você pode verificar como a terapia das pedras quentes influencia em cada um desses benefícios.

TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES É ANTI INFLAMATÓRIA?

A terapia das pedras quentes possui um efeito altamente anti inflamatório, haja visto que a pressão e a temperatura das pedras, sem contar com as técnicas do profissional, influenciam de forma eficaz a circulação sanguínea e linfática no corpo, causando um efeito anti inflamatório eficaz. Além de tudo, essa terapia libera neurotransmissores como as endorfinas e encefalinas, que possuem efeito analgésico.

AUMENTO NA VASODILATAÇÃO PELA TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES.

A vasodilatação é o aumento da irrigação sanguínea nos órgãos, e consequente desintoxicação dos mesmos, haja visto que as toxinas vão para o sangue, que é filtrado pelos rins, e depois eliminado pela urina, o que retira a sensação de cansaço e desconforto diária. Na terapia das pedras quentes, um estímulo devido a temperatura e técnicas de massagem, além dos óleos envolvidos, ajudam no fluxo e irrigação sanguínea, haja visto que, com a compressão e descompressão das técnicas, os vasos (superficiais e até mesmo os profundos) esvaziam e enchem-se, manobra essa que auxilia na vasodilatação.

SENSAÇÃO DE BEM ESTAR NA TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES.

A terapia das pedras quentes, pelo alívio da tensão e relaxamento muscular, proporciona uma sensação de bem estar aos pacientes, graças, também, ao ambiente proporcionado, com pedras em temperatura de conforto ao tato, aroma que agrada ao olfato, e as técnicas proporcionando um alívio aos músculos, o que nos gera sensações agradáveis. Todos esses fatores combinados, geram hormônios como a ocitocina, que ajuda nas relações humanas e perca do medo, e a serotonina, hormônio diretamente responsável pela felicidade. A combinação hormonal gerada graças aos fatores é o fato principal que nos dá a sensação de bem estar durante a terapia.

RESULTADO BENÉFICO SOBRE O SISTEMA CIRCULATÓRIO NA TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES.

A terapia das pedras quentes é uma das únicas modalidades de massagem que possuem esse resultado extremamente benéfico sobre o sistema circulatório, que, como dito anteriormente, é induzido a melhora por estímulos que são opostos entre si. Isso se deve ao fato de que a temperatura das pedras influi diretamente no sistema circulatório, por isso é uma exclusividade dessa terapia.  

A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES ALIVIA DORES MENSTRUAIS?

A terapia das pedras quentes, pela temperatura e posição das pedras, nas mulheres, pode aliviar dores menstruais. Na verdade, qualquer modalidade de massagem alivia dores menstruais pelo alívio da tensão no corpo inteiro, apesar de ser principalmente nos músculos. O fato do relaxamento e da produção de certos hormônios diminui a intensidade da força de contração do útero, o que diminui, portanto, a intensidade da dor sentida pelas mulheres. Mas na terapia das pedras quentes, o efeito é mais intenso, pois esta trabalha diretamente com a temperatura, o que alivia, somado aos fatores anteriores, de forma muito mais eficaz as dores menstruais.

A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES MELHORA PROBLEMAS NAS VIAS RESPIRATÓRIAS?

A terapia das pedras quentes, pelo fato de estimular o sentido olfativo, com o aroma do óleo aquecido, com a temperatura, elimina obstruções, como o catarro, por exemplo, nas vias respiratórias, melhorando a qualidade da respiração do paciente.

A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES AJUDA NO TRATAMENTO A DEPRESSÃO E ANSIEDADE?

A terapia das pedras quentes, assim como qualquer modalidade de massagem, causa sensação de conforto e bem estar, induzindo a produção de hormônios que automaticamente nos deixam mais felizes. O autoconhecimento do próprio corpo também acontece na terapia, o que tem potencial de aumentar a autoestima e melhorar a autoimagem do paciente, passos fundamentais para o combate a depressão e ansiedade. Mas a terapia apenas ajuda, de fato, a melhor solução para quem tem essas duas doenças é procurar um profissional imediatamente.

A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES TRANQUILIZA O SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO?

A terapia das pedras quentes aumenta o metabolismo celular e tranquiliza o sistema nervoso autônomo, que é dividido em duas partes: o simpático, responsável pelos estímulos, e o parassimpático, responsável pelas inibições do cérebro comandando o corpo. A tranquilização acontece pelo fato do simpático ser desligado, e o parassimpático permanecer ligado, atuando com o relaxamento do sistema nervoso autônomo. Grande parte do desestresse de qualquer modalidade de massagem parte deste princípio.

CONTRAINDICAÇÕES DA TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES.

Assim como toda terapia, temos as contraindicações. Sendo elas:

  • Pacientes portadores de câncer.
  • Pacientes que possuam doenças dermatológicas (de pele).
  • Pacientes que possuam asma ou bronquite.
  • Pacientes que possuam cistite aguda ou qualquer infecção.
  • Pacientes no primeiro trimestre de gestação.

Abaixo, você pode verificar a relação da terapia das pedras quentes com cada uma dessas contraindicações.

PACIENTES PORTADORES DE CÂNCER PODEM FAZER A TERAPIA DAS PEDRAS QUENTES?

A terapia das pedras quentes não é recomendada para pacientes que possuam câncer, pois, devido a temperatura das pedras, os óleos que são passados, e a pressão que as pedras fazem, o estágio da doença pode ser alterado, assim como a velocidade de alteração da doença. Além de arriscado, é perigoso e não recomendado pelos médicos.  

PACIENTES PORTADORES DE DOENÇAS DERMATOLÓGICAS PODEM FAZER A TERAPIA DE PEDRAS QUENTES?

A terapia das pedras quentes também não é recomendada para pacientes que possuam câncer, pois, a temperatura das pedras e os óleos usados podem reagir com os ferimentos superficiais ou profundos da doença, afetando o estágio da doença com risco de agravantes. Além de arriscado, é perigoso e não recomendado pelos médicos.

PACIENTES QUE POSSUEM ASMA OU BRONQUITE PODEM  FAZER A TERAPIA DE PEDRAS QUENTES?

A terapia das pedras quentes não é igualmente recomendada para pacientes que possuam asma ou bronquite, pois pode ocorrer um desencadeamento de crises asmáticas e obstrução das vias respiratórias, podendo até causar morte por asfixia. Este fato se dá por conta da alta temperatura das pedras, que pode acabar desencadeando essas crises.

PACIENTES QUE POSSUEM CISTITE AGUDA OU INFECÇÕES PODEM FAZER A TERAPIA DE PEDRAS QUENTES?

A terapia das pedras quentes não é recomendada para pacientes que possuam cistite aguda ou qualquer tipo de infecções, pois o calor também pode alterar o curso de evolução da doença, com riscos de agravantes sérios. Na cistite aguda, o caso é o mesmo. A infecção bacteriana ou inflamação podem se espalhar devido a condições melhores (graças a temperatura e pressão sanguínea que podem ser favoráveis).

PACIENTES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE GESTAÇÃO PODEM FAZER A TERAPIA DE PEDRAS QUENTES?

A terapia de pedras quentes não é recomendada para pacientes mulheres que estejam no primeiro trimestre de gestação, pois a alta temperatura da pedra, as técnicas rigorosas de massagem e os óleos usados podem ser prejudiciais à saúde do feto. É necessário evitar quaisquer tipos de tratamentos que não forem estritamente necessários e comprovados como sem risco através de pesquisas, para não causar potenciais danos ao feto.  

VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA DA TERAPIA DE PEDRAS QUENTES?

Como todos os outros tipos de terapias que envolvem massoterapeutas, esta também possui relatos que provam seu uso já no Egito Antigo e até mesmo no Velho Testamento.  As massagens com pedras, segundo registros, nasceram a mais de 3000 anos no Oriente, encontrado no livro amarelo escrito por um imperador chinês que utilizava a técnica para curar doenças e aliviar a ansiedade. Os monges tibetanos utilizam um cinturão inteiro de pedras quentes sobre o abdômen para proporcionar uma sensação de saciedade, diminuindo a fome, além de energizar o corpo, aliviar gastrites e controlar a ansiedade, tudo isso para o auxílio na sobrevivência dos mesmos.

Há muito tempo o ser humano revela seu interesse neste tipo de técnica e em variáveis dela, revelando também seu interesse nas energias que envolvem a pedra. As pedras foram a base de muitas civilizações que habitaram este planeta.

Desde 2000, na Europa e nos Estados Unidos essa técnica vem sendo aplicada em centros de estética e SPA’s. No Brasil, essa técnica é relativamente recente e inovadora.

Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Rua Osório Duque Estrada, 35 - Paraíso - São Paulo
11 2386-9717 | 11 3052-4192 11 94048-3704
contato@omega4.com.br